Proxima entrega: Quarta-feira 3 de Junho. Custo da entrega: Lisboa 3€/ Concelhos vizinhos 6€
Proxima entrega: Quarta-feira 3 de Junho. Custo da entrega: Lisboa 3€/ Concelhos vizinhos 6€
Carrinho 0

Equipa

Olavo, Rita e Marcella

 

Olavo Silva Rosa colabora com a Comida Independente desde o início. O seu contributo para o projecto é fundacional: desde a composição da oferta, ao espírito de serviço, a um conhecimento e sensibilidade muito particulares. Começou com Vitor Claro no restaurante Claro, onde trabalhava no serviço de sala mas insistiu em ir para a cozinha. Foi também cozinheiro no Apícius e escanção no Leopold. Pelo caminho, estagiou no Lacavore em Bali. Teve um projecto de supper club que lhe deixou o cognome de Evaristo. O seu entendimento do mundo não segue ideias feitas. Manifesta a sua irreverência com muita graça e elegância. Desde que se iniciou a pandemia, o Olavo tem um computador e trabalha no backoffice do website, coordenando as operações.

O percurso de Marcella Ghirelli na cozinha tem a escola do fine-dining. Entre outros, trabalhou com Alex Atala no D.O.M., onde estagiou. Começou com um curso em Itália e consolidou a sua experiência em São Paulo. A Marcella tem em si o cosmopolitismo desta grande cidade e das muitas viagens que fez. As suas reflexões sobre a verdade na cozinha e o desperdício, tal como a sua técnica irrepreensível têm um valor superlativo para este projeto. A Marcella começou por ser cliente da Comida Independente. Apesar de muito discreta, foi evidente a profundidade e delicadeza dos seus gestos e palavras. No bar de vinhos, agora suspenso, desenvolvia petiscos com base nos ingredientes frescos e outros produtos da loja. Agora faz confeções a pensar no conforto das pessoas em casa, que vendemos online. 

Rita Santos é a mentora deste projeto. A proposta de valor da Comida Independente é fundada nas suas convicções. Procura ser relevante para produtores e clientes, acrescentando curadoria e serviço. Ao longo dos últimos anos, conheceu um novo mundo e aprendeu muito sobre gastronomia e vinho. Promoveu provas com produtores e continuou sempre a fazer visitas de campo. O Olavo e a Marcella chamam-lhe ‘a mãe’.  Antes de criar a Comida Independente, da qual é um dos três sócios, a Rita trabalhou 22 anos em empresas multinacionais. Viajou pelas principais capitais do mundo e extensamente pela Ásia, pela qual é apaixonada. Tem uma quinta em Palmela onde espera vir a viver e fazer agricultura.